Primeira norma de BIM no Brasil

Está em consulta nacional até o dia 18 de novembro a sétima parte da NBR 15965-7 – Sistema de Classificação da Informação da Construção: Informação da Construção, a primeira norma sobre o Building Information Modeling (BIM) desenvolvida no Brasil.

A nova normativa da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) estabelece, por meio de 13 tabelas, termos padronizados e codificados para serem utilizados em projetos e estudos de viabilidade de uma construção, de modo que o uso do BIM seja feito de maneira confiável e sem perda de informações entre as diversas fases de planejamento e execução. O Sistema de Classificação das Informações pode ser usado por toda a indústria da construção civil, seja para o segmento de edificações ou para a infraestrutura e o setor industrial.

O objetivo da norma, de acordo com o coordenador da Comissão de Estudo Especial (CEE) 134 de Modelagem de Informação da Construção da ABNT, Wilton Catelani, é garantir que um usuário envolvido numa fase inicial de um empreendimento, ao utilizar os termos com a padronização estabelecida pela norma, passe informações perfeitamente entendíveis aos usuários envolvidos nas fases posteriores.

O conteúdo total da normativa foi planejado para ser desenvolvido e publicado em sete partes. As partes 1, 2 e 3 já foram publicadas e correspondem, respectivamente, aos conteúdos: ABNT NBR 15965-1:2011 – Classificação e Terminologia, que explica como o conteúdo foi planejado, inclusive a divisão da norma em sete partes; ABNT NBR 15965-2:2012 – Características dos Objetos; e ABNT NBR 15965-3:2014 – Processos da Construção Civil.

Ainda segundo Catelani, os impactos causados pela norma na construção civil incluirão, além da facilidade nos processos de planejamento de obras, a confiabilidade, a integridade e a continuidade das informações obtidas em diferentes fases do projeto, utilizadas por grupos de usuários distintos.

Parte das tabelas componentes da normativa já foi utilizada em projetos da Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário (CCDI), que envolvem ainda a utilização de sistemas como SAP, Autodesk (Revit, Vault, BIM 360 Field), Oracle (Primavera e Hard Dollar) e Microsoft (Sharepoint) e prevê, inclusive, a utilização de tablets nas obras, para controlar a qualidade de serviços executados e fazer o gerenciamento de serviços subempreitados. As tabelas da ABNT foram utilizadas tanto na codificação dos componentes utilizados pela empresa em diversas das suas áreas (orçamento, planejamento, compras), como no desenvolvimento das Estruturas Analíticas de Projetos, que estruturam e embasam seus principais processos.

Clique aqui para acessar o projeto da norma e enviar sugestões à ABNT.

Fonte: Construnormas

Este post foi uma sugestão de Marcélio Farias.

Anúncios

3 comentários sobre “Primeira norma de BIM no Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s